Procurando robôs colaborativos em São Paulo?

Robôs colaborativos

O uso de robôs colaborativos nas indústrias brasileiras tem sido cada vez maior, isso porque as finalidades o mercado de robôs cresce, com crise ou fora dela.  Segundo a Federação Internacional de Robótica (IFR), estima-se que a robótica no setor da industrial no Brasil evolua, por ano, 33% até 2020. A expectativa é que, até 2021, os robôs colaborativos cresçam 71% ao ano.

Em parceria com a Universal Robots, a Protaquions comercializa Braços robóticos de colaboração com seis eixos, em diferentes tamanhos e escalas de trabalho.

Principais vantagens dos robôs colaborativos da fabricante Universal Robôs comercializados pela Protaquions:

 

  • Fácil de programar
  • Fácil de instalar
  • Implementação flexível
  • Funções de segurança ajustáveis
  • “Cobots” de colaboração – podem ser utilizados sem proteção de segurança, com base nos resultados

de uma avaliação de risco

  • Período rápido de retorno sobre investimento
  • Funciona de forma independente, sem necessidade de monitorização e controlo humanos
  • Extremamente silencioso – inexistência de ruído robótico irritante
  • Eficiência em termos de energia
  • Design modular
  • Aprovação TÜV

Por que é importante robotizar a sua indústria?

Com a implementação da indústria 4.0, de fato, o futuro das fábricas brasileiras passa pelo uso desses robôs colaborativos – Na crise, as empresas automatizam para cortar custos. Quando a economia cresce, elas automatizam porque precisam aumentar a produção.

 

A Volkswagen, por exemplo, em 2012, investiu pesado em robotização na fase mais dura da crise e com fábricas ociosas. A montadora instalou 2.187 robôs em três fábricas, nos setores de solda, pintura, chassis e carrocerias. Já a Ford, em Camaçari, fez o mesmo. Motivo: reduzir custos de produção. O conceito é simples: o que for trabalho rotineiro o robô faz melhor, mais rápido e mais barato.

 

Funcionam sem proteção de segurança (após a avaliação de risco), ao lado de operadores humanos. O sistema de segurança dos “cobots” é aprovado e certificado pela TÜV (a Associação de Inspeção Técnica da Alemanha).

 

Write a comment